Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Abril

Amanhã termina o mês de Abril, que claramente deixei que me escapasse por entre os dedos... surpreende-me como já acabou...
Que Abril (tal como as águas mil) leve com ele os meus arrependimentos... daquilo que podia ter feito e não fiz... daquilo que fiz e não devia ter feito...

Até sempre,
Cookie

Em certos dias...

... sinto que as minhas palavras no blog tocam o coração de alguém, ainda que seja um perfeito desconhecido. Hoje é (mais) um desses dias... em que ser blogger, em que este cantinho, faz para mim ainda mais sentido...

Até sempre,
Cookie

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Caixinha de surpresas #2

Vamos de regresso a casa, no fim do dia (depois da natação da R. e da minha aula no ginásio), a R. em silêncio, enquanto come umas bolachitas. De repente sai-se com esta:

"Ó mãe, a bisavó tem que pagar ou receber de IRS?"

Fico perplexa com os pensamentos a que esta miuda se dedica. É verdade que isto não veio do nada, ela viu-me a preencher as declarações de IRS da minha avó e mãe, e eu expliquei-lhe o que estava a fazer... Mas já foi há pelo menos duas semanas...
Enquanto lhe explicava a situação fiscal familiar, não pude deixar de lhe dar um enorme sorriso e dizer-lhe como a achava engraçada...

Até sempre,
Cookie

Recomendo!

Compal Vital Romã e Chá Verde! Experimentei um bocado desconfiada, mas fiquei completamente fã... É delicioso! Recomendo...

Até sempre,
Cookie

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Lucky mom

Hoje, desde que cheguei junto dela, a minha filha não fez muito mais para além de me dar beijinhos, elogiar-me, e estar no quarto ocupadíssima a fazer presentes (muitos, diz ela) para o dia da mãe... (*)
Há dias que são assim, perfeitos, e nesses dias eu sinto-me a mais sortuda das mulheres, por ter uma filha assim... como dizer... maravilhosa!!!

(*) isto é assim porque ela ainda não tem 6 anos, se tivesse uns 15, naturalmente que este tipo de comportamento seria justificado por me vir pedir a seguir alguma coisa. Por isso, deixem-me aproveitar enquanto ela é pequenina :-)))

Até sempre,
Cookie

domingo, 25 de abril de 2010

Em dia de festa

À minha mana e cunhadinho, os meus parabéns pela organização de um excelente convívio com a familia e amigos, mas sobretudo, parabéns pelo meu querido afilhado, que como sempre teve um comportamento exemplar. Não é por ser madrinha babada, mas realmente nunca vi um puto com tão bom feitio...
Foi bom estar com a minha familia no baptizado, sobretudo com os que já não via há mais tempo, num local de beleza rara, com paisagem de rio e mar, numa terra pela qual me apaixonei há uns anitos, e brindados, como se de um presente se tratasse, por um dia de sol fantástico. Foi bom andar na brincadeira com a criançada que por lá andava.
Foi maravilhoso receber diversos elogios à minha filha, que realmente os mereceu, porque estava linda e se portou como uma verdadeira princesa (*)... Porque o orgulho nos nossos filhos deve ser o sentimento mais grandioso e que mais nos enche de felicidade que existe!
(*) E isto depois de ter "reclamado" comigo que não gostava nada de ser a mais velha das crianças. Quando lhe perguntei porquê, respondeu-me "porque assim tenho sempre que dar o exemplo" :-)

Até sempre,
Cookie

sábado, 24 de abril de 2010

Mimo

Não deve ter escapado aos leitores mais atentos, que a vossa Cookie tem andado um pouco melancólica e a precisar de mimo.
Este post não é para o pedir, mas sim para agradecer o tanto que me têm dado. Por isso, aos meus queridos amigos SF e J, pelos "ombros" sempre disponíveis, pela atenção constante, por me terem proporcionado umas boas gargalhadas no nosso jantar (temos que repetir, muitas vezes); à minha amiga A que, apesar de distante, por estar em convalescença após uma intervenção cirurgica, me convidou (sem dar margem para recusa) a jantar em casa dela; à C, pelo presente que me ofereceu, apenas porque lhe apeteceu; à minha mãe, que me convidou para almoçar em casa dela (coisa que raramente acontece e por isso é imensamente apreciada); à T e à H, que me convidaram para sair hoje (apesar de não ter podido aceitar, por ter que me deitar cedo devido ao baptizado de amanhã); ao D, por me permitir reaproximar-me, partilhar as minhas coisas, e sentir a esperança de podermos retomar a amizade, que me faz falta... o meu muito obrigada. Vocês nem sabem o bem que me têm feito...
Porque há determinadas alturas em que são mesmo os amigos a nossa fonte de energia...
E será também convosco que voltarei ao meu melhor, depois de conseguir ultrapassar esta fase menos boa em que me encontro. Podem contar, sempre, mas sempre mesmo, comigo!

Até sempre,
Cookie

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Contradições

Supostamente, ser impulsiva ou ponderada são duas características opostas de personalidade, certo?
Então porque é que será que eu em certas coisas sou tão ponderada, enquanto noutras (tantas vezes, às vezes várias no mesmo dia) actuo de forma tão impulsiva?
(descansem, se eu própria não percebo, não estou mesmo à espera que alguém me explique... eu bem digo que sou complicada)

Até sempre,
Cookie
PS - A propósito de uma conversa de hoje, não confundir impulsividade com coragem...

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Ao meu pequeno principe

... no dia do teu primeiro aniversário, um enorme beijo, transbordante do carinho que por ti sinto. Obrigada pelos teus sorrisos, pela boa disposição quase constante, pela energia... por tornares a vida dos que te rodeiam mais colorida, mais bonita!

Da madrinha (que se tornará oficial no próximo fim-de-semana), para o pequeno R., com muito amor!
Cookie

terça-feira, 20 de abril de 2010

Divertido, é participar!

Pois cá estou eu regressada do meu jogo de futebol... Sobrevivi, sem qualquer lesão, sem ter caído, e sem sequer ter tropeçado na bola... Ainda consegui dar uma boa calcadela a uma adversária, mas como sou bem educada pedi desculpa... 2 vezes (foi para fazer um corte bem sucedido numa jogada ofensiva... o que eu percebo disto :-) ).
Admito que me diverti imenso... Muito mais do que me divertiria se tivesse simplesmente ficado sentada a assistir.
Ah, a informação recolhida da minha filha estava um bocadinho distorcida... Afinal o jogo foi entre mães, ao qual se seguiram dois jogos de pais. O pai nem chegou a jogar, eram tantos inscritos que apenas observou. Já eu, depois de ter entrado no inicio do jogo, ninguém me tirou de lá (por ser tão boa jogadora, como é óbvio)... E, ao contrário do que sugeriram num comentário, não precisei de sair de maca... pffff... E fartei-me de correr...

Tive oportunidade de jogar num estádio de futebol à séria, como médio ala ofensivo (tomem!), campo relvado, e de observar a perspectiva que se tem do terreno de jogo... Valeu realmente a pena!

O jogo terminou empatado sem golos (eu bem tentei convencer o árbitro, meu colega do secundário, a inventar um penalti, mas sem sucesso). Mas como é óbvio, nestas coisas, o resultado é o menos importante. Importante, e mais do que isso, divertido, foi ter participado!
A minha filha adorou e estava super-contente com a mãe!

Até sempre,
Cookie Ronalda :-)

segunda-feira, 19 de abril de 2010

O derby

Através da minha filha, recolhi ao jantar novas informações sobre o grande jogo de futebol de amanhã, no qual eu irei participar:

R. - (feliz da vida) Tu vais jogar de camisola cor de rosa. Os pais vão jogar de azul.
Eu - Ah... e as mães da outra equipa?
R. - As mães são todas da mesma equipa...
Eu (incrédula) - Então mas as mães vão jogar... contra os pais?????
R. - Sim! E o pai é o guarda-redes.
Eu (em pensamento) - Afinal ainda vai ser pior do que eu pensava...
R. - Eu queria que as mães ganhassem...
Eu (já a entrar em desespero) - Pois, filha... mas olha, se as mães jogarem todas como eu, não vai ser nada fácil. Mas olha, eu vou tentar marcar um golo... Ao pai!

Claro que ela ficou feliz da vida, enquanto eu já sofro com dores pelas minhas estimadas canelas e temendo outras graves lesões que possam ocorrer... :-))) Wish me luck!

Até sempre,
Cookie

domingo, 18 de abril de 2010

Ultimamente...

... sinto que tenho andado às voltas...
Alternando entre uns e outros pensamentos, quase opostos, mostrando ou ocultando as minhas vontades, entre alguma tristeza e uma certa euforia. Mas incapaz de tomar uma decisão, a única possível no assunto em causa.
Estou cansada... Quero sair deste circuito em que tenho andado com a maior rapidez possível... Haja força de vontade...

Até sempre,
Cookie
PS - E a quem tem suportado os meus desabafos e a minha inconstância e incoerência (tu sabes quem és ;-) ), aproveito para exprimir a minha enorme gratidão... Nunca vou esquecer a tua imensa paciência!

Peso e medida


Depois de constatar que estou a precisar de apertar as mesmas calças pela 2ª vez, resolvi medir a minha anca, para constatar que nos últimos meses, perdi 7 cms de diâmetro... desde 1,03 mts (:-S) para 96 cms. A acompanhar aos quase 7 kgs... Como é que isto aconteceu? Bom, basicamente o que mudou foi que passei a ir ao ginásio regularmente. Em termos alimentares não houve alteração e os disparates (doces) continuam a ser exactamente os mesmos.
Sinceramente, não foi propositado, e já perdi mais peso do que gostaria de ter perdido. Eu achava que tinha (no máximo) uns 4 kgs a mais... E agora dou por mim quase sem calças que me sirvam, e a conseguir vestir uma saia que já não me servia para aí há 10 anos...
Aliás, no fundo continuo um pouco preocupada. É estranho perder tanto peso sem motivo que o justifique (não tenho treinado assim tanto)... Acho que vou voltar a tentar convencer o médico a ir fazer análises, para ficar tranquila que está tudo bem com a minha saúde.

Até sempre,
Cookie

sábado, 17 de abril de 2010

Admito...

... que desde que vim de férias ainda não consegui voltar ao ritmo normal. Apoderou-se de mim uma preguiça imensa, que só tenho conseguido contrariar para trabalhar e cuidar da R.
Este fim-de-semana vai ser bem caseiro, com o objectivo de tentar recuperar a minha habitual energia.
Agora vou fazer um esforço sobre-humano (assim me parece) para tentar organizar esta casa, onde parece que anda quase tudo fora de sítio...

Até sempre,
Cookie

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Apesar de tudo...

No trabalho foi uma semana de imensa confusão, por causa das obras. Barulho ensurdecedor, que nem os tampões para os ouvidos que levei logo no dia 2 conseguiram aliviar totalmente, até porque não os posso usar a tempo inteiro... para atender telefonemas, receber clientes, ou para falar com os colegas, ou sobretudo ouvir o chefe, não dá muito jeito. :-)
Apesar disto o balanço da semana foi positivo, porque tenho a porta do meu "autocarro dos amigos" (sobre o qual ainda escreverei um post) aberta para deixar entrar alguém que já conheço há tantos anos, que me parece incrível não ter percebido antes como era uma pessoa tão especial... É mesmo uma questão de estarmos atentos, de nos darmos um pouco mais às pessoas... de receber tanto em troca.
Querido J, que ontem chegaste pela primeira vez a este meu cantinho... este post é para ti! Um beijo enorme... AMIGO!

Até sempre,
Cookie

Simply...

... living some really special moments!
:-)))))

Até sempre,
Cookie

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Eu meto-me em cada uma...

Pois não é que esta vossa amiga vai participar daqui por uns dias num jogo de futebol??????
Não preciso de dizer o motivo, pois não? Pois...
Liga-me a educadora da R. a dizer que estavam a organizar um evento (eu já tinha percebido, porque tinha recebido um e-mail, mas estava a fazer-me desentendida), que estavam a aceitar inscrições, blablabla... e termina com, "sabe, a R. ficava contente se participasse". Ainda tentei explicar-lhe que o mais provável era tropeçar na bola, e que na improbabilidade de marcar um golo, por certo este aconteceria na baliza errada... Mas terminei o telefonema dizendo: "Pois, ela ficava contente, não é? Pronto, então pode inscrever-me."
E a modos que é isto... vou jogar futebol... tenho pena das minhas canelas e das das minhas adversárias...

Se conseguir sobreviver a este evento, depois venho cá contar como foi... :-)))

Até sempre,
Cookie

Confiança

A maior prova de confiança que posso receber de alguém, é nunca me virem contar coisas intimas sobre terceiros. Por mais interessante que até possa ser sabê-las. É que a partir desse momento acende-se na minha mente um sinal de alarme, e não consigo evitar pensar que se o fizeram a respeito de outras pessoas, também podem contar a outros aquilo que com elas eu partilhar...
Costumo dizer que os meus amigos me merecem o maior respeito, e por isso podem ter a certeza que aquilo que me confiarem, é apenas comigo que fica. É uma regra que não admite excepção...

Até sempre,
Cookie

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Quem me dera...

... que na minha vida o querer e o dever andassem sempre de mãos dadas.
Era tão mais simples!

Até sempre,
Cookie

domingo, 11 de abril de 2010

Família


Admito que há dias em que sinto uma pontinha de inveja daquelas famílias em que vivem todos na mesma rua, ou pelo menos na mesma cidade.
Hoje é um desses dias...

Até sempre,
Cookie

sábado, 10 de abril de 2010

(in)decisões


Está na altura de tomar uma decisão importante, a escolha da escola primária que a R. irá frequentar. Na minha cabeça o assunto estava resolvido há alguns meses, depois de eu e o pai termos conversado e concordado que ela iria para o colégio particular que existe aqui na cidade, no qual também nós estudamos. Mas esta semana o pai resolveu voltar a abordar o assunto, porque lhe tinham dado muito boas referências acerca da escola pública. Na altura fiquei irritada, porque detesto reabrir questões que já estavam decididas (e bem, como era a minha convicção). Mas tratando-se de um assunto que para mim é demasiado importante, resolvi informar-me. Para chegar à conclusão de que efectivamente a maior parte das pessoas tem óptima opinião da escola pública local, que os professores são bons, que existem várias actividades extra-curriculares (como por exemplo a música) que lá estão abrangidas, que os horários são mais alargados... para além de que a maior parte dos colegas do infantário da R. vão para lá, para o colégio apenas vão mais 2 meninos, o que naturalmente deixa a minha filha triste. E de, ao ir para o colégio, ter que se separar do primo, com quem tem convivio quase diário desde que nasceu... E tudo isto, a escola pública oferece praticamente a custo zero. Não sendo o dinheiro obviamente o mais importante, quando se trata de proporcionar à minha filha aquilo que for melhor para ela.

E assim reabri o assunto, apenas lamentando não ter a ajuda de uma bolinha de cristal que me indicasse o o que é o melhor a fazer...

Até sempre,
Cookie

Em obras


O meu local de trabalho entrou em obras de remodelação. Nos ultimos dois dias começou a confusão, com a mudança de todos os documentos, processos, equipamento informático e mobilia para as instalações provisórias, onde vamos caber não sei bem como, e não sobrará praticamente nenhum espaço livre. A confusão foi imensa, sobretudo na 6ª feira, tonando o trabalho praticamente impossível. A dada altura encontravam-se homens de pelo menos 6 equipas diferentes no mesmo espaço que nós (por mim carinhosamente apelidados como o "trolhame"), a fim de proceder às diversas transferências. Como as instalações provisórias são adjacentes áquelas que vão sofrer a remodelação, o pior de tudo nas próximas semanas vai ser o barulho. Nem quero imaginar quando estiverem a demolir paredes interiores, ou a remover o chão, ali mesmo ao lado. Vão ser 5 semanas de imensa confusão e a tentar trabalhar num espaço exíguo.

Acho que a minha (já de si reduzida) sanidade mental vai passar por uns dos maiores testes de sempre durante os próximos dias... :-)
Wish me luck!

Até sempre,
Cookie

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Dei-te quase tudo - Paulo Gonzo

Porque durante uma viagem ouvi esta música... porque adoro a letra... porque uma conversa que tive ontem me fez reavivar o seu sentido... porque tenho saudades de me apaixonar e "dar quase tudo"... porque é assim que eu sei amar... porque era também o que eu gostaria de receber... quase tudo...


Foste entrando sem pedires
E marcaste o teus sinais
Tatuaste a minha vida
Ferro e fogo e muito mais
Vasculhaste os meus segredos
e eu deixei
sem reservas nem pudor

Invadiste os meus sentidos
o qu'eu não fiz por amor
e deixaste a minha vida
mãe perdida
Neste beco sem saída

Dei-te quase tudo
e quase tudo foi demais
dei-te quase tudo
Leva agora os meus sinais

Obrigaste-me a quebrar todas as leis
e deixaste-me ao sabor da loucura
dei-te os dedos e os anéis
E o que tinha de melhor

Até sempre,
Cookie

terça-feira, 6 de abril de 2010

As férias "na balança"

O balanço das férias já o fiz... resta-me dizer que apesar de ter comido e bebido o que muito bem me apeteceu e a qualquer hora do dia, e de às vezes me parecer que estava a ficar inchada como um balão, hoje quando me fui pesar verifiquei que engordei apenas 1 quilito, ou seja, nada...
Ou isso, ou tenho a balança avariada :-)))

Até sempre,
Cookie

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Da minha janela

Durante uma inesquecível semana, esta era a vista que tinha do meu quarto de hotel... Com muito Sol, um céu bem azul e o sopro quase constante de uma agradável brisa, um mar de águas quentes, e com uma cor cristalina. Num hotel fabuloso, no qual todos os funcionários mostravam um sorriso franco e aberto, e um enorme prazer em comunicar com os turistas no português que também é a sua lingua, com uma equipa de animação que nos acolhia com enorme simpatia, sempre com uma palavra agradável e muito mimo e paciência para as crianças...
Com muito funaná, morabeza e algum kuduro :-)))
Com uma lágrima no canto do olho e uma quase irresistível vontade de fazer uma birra para ver se me deixavam ficar mais uns diazinhos... Assim terminaram as minhas férias na Ilha da Boavista em Cabo Verde, onde gostava de um dia voltar.
A quem passou por aqui para me desejar boas férias, muito obrigada! Prometo energia renovada no regresso. Hoje ainda não, que voltar ao trabalho depois de uma noite curta e a nostalgia que ainda impera fazem com que só me apeteça deitar-me bem cedo...
Até sempre,
Cookie