Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Algum dia tinha que acontecer...


... estou eu já animada com a perspectiva das férias (já falta menos que um mês) e de repente levo com um balde de água fria em cima que ainda estou a recuperar...
Tão afectada fiquei que até vou escrever sobre um assunto que por uma questão de principio não abordo no blog, que são as conversas que vou tendo com o pai da R.
E não é que me vem ele dizer que quer ir passar férias com a filha, por altura da Páscoa, quase uma semana, e ainda por cima vai para França e quer levá-la à Eurodisney?!?!?!?!?!?
Não tenho grandes argumentos para dar em contrário, e puxando da minha racionalidade (o que não é fácil nestas coisas) é positivo que o pai queira ir passar férias com a miuda, é salutar para os dois, e não me esqueço da tristeza dela numa altura em que se apercebeu que ele tinha ido de férias sem a levar...
Por outro lado, além de ser muito tempo (a única vez que fiquei tanto tempo sem a minha filha, foi quando fui de férias para Cabo Verde e jurei que não repetia), o destino... eu tinha tudo planeado para levar a R. à Eurodisney em Junho, com dias já marcados e pedido na agência de viagens para me verem as melhores condições. Só não estava marcado porque ainda falta bastante tempo... Eu queria viver essa experiência ao lado da minha filha, queria estar ao lado dela quando ela entrasse pela primeira vez naquele mundo de magia...

Às vezes ao escrever parece que o cenário se torna menos cinzento... mas hoje não foi o caso...
Não sei bem o que fazer...

Até sempre,
C&C

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Contra todas as probabilidades...


... eis que quase sem saber como, me vi a desfilar hoje no Carnaval... Como é que isto aconteceu??? Da única forma possível, pelo único motivo possível... este ano na escola da R., os pais que quisessem acompanhar o desfile teriam que ir mascarados... e nem digo qual era o traje, porque é um pouco embaraçoso... mesmo quando era criança, acho que se contam pelos dedos das mãos as vezes que desfilei no Carnaval, nunca foi coisa de que gostasse muito. Mas hoje isso aconteceu, ainda por cima numa cidade repleta de gente...
Moral da história: quando se ama verdadeiramente alguém, mesmo aquilo que à partida parece um enorme incómodo se faz com prazer...

Só tive pena que no final a minha filha me tenha dito que não gostou assim muito... apesar de entender que o traje (de policia) não era bem o estilo dela, por isso aliás lhe tinha ido comprar uma roupinha de Branca de Neve com a qual ela já andou ontem toda satisfeita. Mas também apreciei a delicadeza dela... estava eu a dizer-lhe que a professora amanhã lhes ia perguntar se eles tinham gostado, e ela logo "eu vou dizer que gostei, para ela não ficar triste".
Desculpem a baba, mas isto vindo de uma criança de 4 anos, mostra bem o anjinho que eu tenho em casa...

Até sempre,
C&C

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Filmes - Slumdog Millionaire


De um filme que termina com um beijo de um casal apaixonado e a frase "é o destino", seria de esperar algo de banal. Mas não existem banalidades neste argumento. Slumdog millionaire é daqueles filmes que agita o nosso mundo, que nos faz pensar... porque nos mostra uma realidade muito dura, vidas miseráveis, num país (a India) que tem tanto de cor como de crueldade. Onde os mais desprotegidos (as crianças) sofrem os abusos de gente sem escrupulos, e mesmo assim conservam a sua alegria, e a esperança no futuro...
Slumdog millionaire é um filme sobre a sobrevivência... sobre como, mesmo quando a luta diária de alguém é apenas por encontrar um modo de ir sobrevivendo, nesta forma de vida podem estar as respostas de que necessitaremos no nosso futuro...
Um óptimo argumento, um filme a ver e um livro (que vou comprar) a ler... que foi buscar ao colorido, ao ruído, ao caos e à miséria da India os restantes ingredientes que o farão (assim espero) ganhar o Óscar de melhor filme em 2009...
Aproveito também para registar que neste filme está patente uma das características que sempre me impressionaram na raça humana, o delírio de uma multidão (no dia do final do concurso todo o país estava literalmente colado à TV) ante a perspectiva de sucesso de um perfeito desconhecido... E a capacidade das massas de se associarem à sua alegria ante a vitória ou tristeza e desilusão ante o insucesso.
Já me esquecia, e uma banda sonora que ainda hoje ando a cantarolar (e que estou agora mesmo a ouvir)!!!

Até sempre
C&C
PS1 - Gosto cada vez mais de ver um filme no cinema. A implementar o plano de cineminha à 6ª à noite, é uma excelente forma de desligar dos problemas laborais e entrar no fim-de-semana.
PS2 - Obrigadinha à Vodafone (passo a publicidade) pelos "best seats"... e pelas pipocas grátis.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Sonhos cor-de-rosa

A R. tem tido pesadelos, e como num dos dias eu caí na asneira de a trazer para a minha cama, no dia seguinte ouvi logo "esta noite tens que dormir comigo para eu não ter sonhos maus". Desculpa após desculpa lá tenho conseguido evitar isso, enquanto espero que ela perca o medo de ter pesadelos. Hoje ela estava super cansada, tanto que ía adormecendo no carro, e quando estava quase a adormecer, começou a chorar insistentemente, dizendo que já sabia q ia ter pesadelos. E então entrou em acção a "mãe mágico-telepática", que a tranquilizou dizendo, "filha, eu sei que tu não vais ter sonhos maus, porque eu os vou passar todos para a minha cabeça", enquanto fazia movimentos com as mãos da cabecita dela para a minha... Mais um esgar de preocupação do lado dela, "mas, mãe, assim vão ficar contigo"... "Não filha, porque agora eu vou fazê-los desaparecer"... Completo o meu numero, e faço um enorme sorriso! "resultou, os sonhos maus desapareceram!!!!".

E em segundos os seus olhitos fecharam-se e adormeceu num sono (até agora) tranquilo! E que espero que assim se mantenha... Sonhos cor-de-rosa, princesa!

Até sempre,

C&C

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Adenda ao ultimo post

Utilizo esta palavra (adenda) que me tem sido tão cara (ou também poderia dizer: saído tão cara) nos últimos tempos, para registar com preocupação o facto de algumas pessoas que me estão muito próximas terem demonstrado nos seus comentários ao post que me confundiram com a menina da imagem. Esta confusão apenas poderá ser resultado de um problema de miopia com bastante gravidade. Felizmente já é possível resolver este tipo de patologias através de uma cirurgia relativamente simples.
De qualquer forma, como estou aqui para ajudar, junto abaixo um auto-retrato efectuado em traços simples, para que qualquer um (mesmo míope) possa distinguir a diferença:




Até sempre,
C&C
PS - O dia 1 da dieta correu relativamente bem. Cometi um erro, que foi dar um chocolatinho em forma de coração (de uma caixinha com um aspecto fabuloso que o D me ofereceu pelo S. Valentim) à R, que ela trincou e depois não quis... e eu comi o resto... tendo constatado que não é só o aspecto que é excelente, mas também o sabor... mas não comi mais nenhum, portanto não foi grave :-))) desde que não se repita...

domingo, 15 de fevereiro de 2009

D-I-E-T-A!!!


Visto que dentro de cerca de um mês (já falta tão pouquinho) terei que colocar o meu (cada vez mais volumoso) corpinho dentro de um biquini, e a balança de cá de casa teima em continuar a sua rota ascendente vertiginosa (não estou a exagerar se disser que me estou a aproximar do meu peso de final de gravidez), declaro solenemente que até às férias não vou comer, mas debicar... como um passarinho... e doces, nem vê-los... "So help me god" (frase que fica sempre bem no final de uma declaração solene)

Até sempre,
C&C
PS - Isto dito depois de um fim-de-semana de tantos exageros (iniciado pelo jantar fabuloso de dia dos namorados antecipado no local que o D escolheu) ainda é mais vergonhoso... Mas também muito mais necessário!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Quem é Zon... e não queria estar on


Caros Senhores da Zon...
Venho por este meio agradecer toda a atenção que me têm dispensado, que passa por telefonemas a várias horas do dia e várias vezes por semana e nem sempre acompanhados pela pergunta "este telefonema é oportuno?", até à prova extrema de disponibilidade que hoje demonstraram quando me tocaram à campaínha de casa à hora do jantar. Não é preciso... não sou cliente merecedora de tanta atenção. Estou satisfeita com o meu serviço, não quero (repito, NÃO QUERO, porque acho que esta mensagem não tem passado) ter telefone fixo em casa, ainda que a mensalidade não aumente e fique com direito a chamadas ilimitadas para todas as redes. Não preciso de ter mais canais de televisão... Gostaria apenas (se fosse possível) que actualizassem a velocidade do meu acesso à internet de acordo com as alterações nos vossos tarifários e sem que fosse preciso eu fazer o pedido. Não queria ter estado a pagar o preço do tarifário de 8mb e ter apenas 4mb de velocidade...
Quanto ao resto, estou bem, obrigadinha! Não queria ter que voltar aos nossos velhos tempos (ainda na antiga morada) em que a primeira frase com que respondia aos vossos telefonemas era: "por acaso estava a pensar cancelar o serviço"

Por isso, considerem-me OFF!!!

Até sempre (menos para os senhores da Zon)
C&C

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

E assim de repente...


... a minha filha cresceu... Já não é a bebé que vi nascer, que amamentei, a quem mudava fraldas, a quem embalava para dormir, para a qual passei horas e dias a olhar, buscando cada movimento, analisando cada traço de rosto, sorrindo a cada expressão facial...

... é uma menina cheia de personalidade mas também de encanto... que alterna os seus naturais momentos de teimosia, com uma delicadeza impressionante para a idade... que pede desculpa e diz obrigada... que me pergunta como correu o meu dia e me diz como correu o seu... que tem um sorriso do tamanho do mundo e me encanta com a sua meiguice, com a ternura nos seus abraços... que quase já não consigo pegar ao colo...

Cada vez menos minha (como a sentia durante a gravidez e nos primeiros meses de vida)... cada vez mais a companheirinha que eu sempre desejei...

Adoro-te princesa! Tens-te portado lindamente e quis deixar aqui assinalada a minha alegria em ter uma filha como tu!

Até sempre
(mais uma vez completamente babada)
C&C

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Os sonhos que vão comandando a minha vida

Quando o dia a dia é particularmente cansativo, absorvente e rotineiro, nada como ir sonhando com coisas agradáveis, e de preferência cuja realização esteja ao nosso alcance, para tornar a vida mais cor de rosa.
Em 2009, tenho sonhado, e muito... com uma série de projectos que gostaria de realizar entre este ano e o inicio do próximo. Desde coisas tão simples como a conclusão da decoração da minha casa (que tem vindo a ser feita de forma gradual, de acordo com as minhas possibilidades), à qual faltam ainda coisas tão banais como cortinas e candeeiros, a outros sonhos ainda mais agradáveis, que decidi hoje partilhar (até porque quando olhar para este post este me vai provocar sempre um sorriso de expectativa... e quem sabe daqui por mais algum tempo, uma deliciosa recordação).
Tenho sonhado com umas férias de sonho já em Março. Desde que a minha filha nasceu os destinos escolhidos foram sempre os mais próximos. Este ano pretendemos fazer uma viagem de longo curso a um daqueles paraísos do mundo. O destino está praticamente escolhido, e agora falta apenas marcar tudo, e tratar de diversos pormenores associados à viagem... e pedalar muito no trabalho para ir de férias com a consciência de que se deixou tudo em dia...
(que o tempo passe depressa)
Acho que nem que quisesse me conseguiria esquecer deste sonho. Desde um belo dia em que sem pensar bem no que estava a dizer falei à R na Eurodisney, o que era, e que um dia a levava lá, ela não fala noutra coisa.... e já foi há uns meses. Ainda ontem dizia à tia, na minha presença: Sabes, tia, eu vou à Eurodisney.
Tenho receio do custo que possa ter esta viagem (pelo que já ouvi dizer fica carissimo), mas foi uma promessa que fiz, e é algo que quero realmente fazer com a minha filha e por ela... mal posso esperar por ver o brilho nos olhos da R. ao entrar naquele mundo encantado... Se tudo correr como previsto será o presente de aniversário dela.
Apesar de o meu fiel companheiro Toyota ainda estar aí "para as curvas", a verdade é que já tem muitos quilómetros, e pelo que tenho percebido, se demorar muito tempo a tomar a decisão de troca de carro, daqui a pouco o meu carrinho já não vai valer nada. Por isso tenho começado a olhar com atenção para novos modelos que vão saindo, na perspectiva de trocar no inicio de 2010. Até agora e sem ter feito pesquisas muito aprofundadas o modelo acima (Nissan Qashkai) é o que se encontra no meu Top...

Mesmo que haja crise, trabalho a um ritmo de doidos e menos resultados (porque este ano eles serão por certo mais dificeis de atingir)... 2009 pode ser um ano fabuloso para mim... com sonhos realizados, com a familia a crescer (com o tão esperado e já tão amado sobrinho), e com saúde de todos, e a minha filha sempre alegre para dourar os meus dias...

Até sempre (a sorrir)

C&C

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Coisas de mãe separada...

No Sábado ao ir buscar a R. o pai disse-me que ela tinha caído, mas só estava magoada no queixo. Sem maiores comentários, e visto que ela estava bem disposta, não me preocupei com o assunto. Ao fim do dia, ela comentou a propósito da queda, "Sabes, mãe, eu rebolei pelas escadas. O pai ficou a tremer. Eu chorei muito". Fiquei de pulga atrás da orelha, e depois de ela ter adormecido, quando me preparava para ligar ao pai, ele telefona-me para me perguntar como é que ela estava. E é nesta altura que eu me apercebo que a minha filha deu uma queda de um lanço inteiro de escadas... Felizmente (quase que por milagre) não se magoou (no queixo tinha apenas uma pintinha vermelha)... mas eu queria ter estado lá, para lhe dar o meu colo, para lhe limpar as lágrimas, para a ajudar a recuperar do susto... para me certificar que estava realmente tudo bem...

Até sempre
C&C
PS - E daqui o meu agradecimento publico aos fofinhos (e super-protectores) casacos de inverno de penas.