Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Féeeeeeeeriaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaassss

Enviei o meu ultimo e-mail e o out of office está ligado.
Até ao dia 5 de Maio, espero não ouvir falar em trabalho.

Ao blog devo voltar antes... porque algumas coisas são realmente importantes...

Até sempre,
C&C

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Declaração de intenções a meio do ano...


... ou quase, por isso muito mais importante, credível e concerteza realizável do que as declarações de intenções de ano novo

Contextualizando: hoje olhei para mim ao espelho, e conclui que se não fosse por factores genéticos / hereditários ter alguma altura, pareceria uma verdadeira baleia. Felizmente não tinha uma balança por perto para atestar o grave estado em que param as coisas. O facto é que já não sou uma miuda de 20 anos. Antigamente podia comer tudo o que queria sem engordar, agora parece que até o ar engorda.
(desconfio que aquela caixa de Magnum Fondant Noir que devorei a seguir ao jantar também não ajudará a manter a linha...)

Após esta introdução, e apesar do mau timming (a partir de amanhã vou estar de férias, o que é sempre uma altura propicia para excessos), decidi que tenho que melhorar os meus hábitos: basicamente, alimentar-me melhor, o que é relativamente simples, porque o principal disparate que faço é exagerar nos doces, beber mais água, e tentar fazer alguma actividade desportiva (estou a definir como).
Corro sério risco de me transformar numa gorda desleixada, e não há necessidade nenhuma disso!

Até sempre (mais decidido que nos outros dias)
C&C

terça-feira, 22 de abril de 2008

Um pequeno desabafo (para mim mesma)

De nada adianta andar a ler livros sobre inteligência emocional se depois se têm o coração ao pé da boca e o raciocínio toldado pelos sentimentos.
As pessoas não gostam de ser pressionadas, e quem pressiona depressa se torna uma pessoa chata, aborrecida e irritante...

És inteligente, M., mas tás a fazer tudo mal...

Mesmo que não saibas como agir... o melhor é ficar bem caladinha... mantendo se possível boa cara... ou guardar os desabafos para a confidente de sempre... (já agora, obrigada pela paciência, e desculpa lá, maninha)

E agora, depois de toda esta produção bloguistica, vou dormir, que como diz o povo, é sempre o melhor remédio...

Até sempre,
C&C

Momentos de ternura

Conversa da minha filha, hoje já na caminha e cheia de sono:

"Mãe, quando for crescida vou casar com o mano" (um dos coleguinhas, gemeos, da escola, com os quais ela se dá especialmente bem). De repente lembra-se "Mas mãe, eu não vou casar! Porque eu quero ficar sempre contigo".
E começa a fazer beicinho e a chorar... Ao que eu respondo, atendendo a que a reacção advém do soninho, que não se preocupe, que quando ela casar eu posso ir morar com ela e ajudar a tomar conta dos netinhos...
E recebo um grande sorriso em resposta...
Ainda gostava de saber onde é que ela vai buscar estas ideias...
Até sempre,
C&C

Livros - A inteligência emocional na educação


Autores: J. Gottman & J.Declaire

Todos os pais reconhecem a importância de proporcionar aos seus filhos as capacidades intelectuais que lhes irão ser necessárias para alcançarem o sucesso na escola e na vida. As crianças têm também de aprender a lidar com as suas emoções. Esta obra funciona como um manual para ensinarmos as nossas crianças a compreender e a regular o seu mundo emocional, aquilo que Daniel Goleman designa por "Inteligência Emocional". - comentário em http://www.livrosnet.pt/

Até sempre,
C&C
PS - Os posts curtos devem-se a ter várias actualizações para fazer no blog e pouco tempo...

Filmes - O Amor em tempos de cólera


Baseado na obra de Gabriel Garcia Marquez
Actores: Javier Bardem, Giovanna Mezzogiorno, Benjamin Bratt, Marcela Mar, Liev Schreiber
Quanto tempo esperaria pela pessoa que ama?
Uma história de amor que dura uma vida inteira, 53 anos de um enorme desencontro, no qual Fermina Daza acaba por construir uma familia, e Florentino Ariza vai coleccionando aventuras fortuitas enquanto pacientemente espera pela mulher amada.
Li o livro há já muitos anos, e é um dos meus preferidos de sempre. Por curiosidade quis ir ver o filme, mas confesso que me desiludiu um pouco. Talvez porque lendo o livro se tem mais a percepção da passagem do tempo - este amor demora 53 anos - uma vida inteira - a concretizar-se. Talvez também porque o filme acaba por explorar mais a vertente sexual, que no fundo acaba por ser apenas um escape para Florentino - ele é fiel à sua amada...

Até sempre,
C&C

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Missing my princess

Este fim-de-semana a R. fica com o pai.
E eu já cheia de saudades... Parece que o meu coração (ou grande parte dele) ficou junto dela...
Resta-me o consolo de saber que no final da próxima semana estarei de férias, e terei uma semana inteirinha (mais uma vez a três) para aproveitar bem a companhia deliciosa da minha filha... sem pressas, sem pressão dos horários, sem rotinas... E esperemos que com bom tempo!

Até sempre,
C&C

terça-feira, 15 de abril de 2008

Bom de ouvir...

Hoje ouvi um elogio especial, pela forma casual como foi dito, pela pessoa que o disse, e pela importância que o tema tem para mim...
À saida do infantário, decidi passar pela avó paterna da R., coisa que faço muitas vezes, porque acho que o contacto da menina com os avós deve ser fomentado, apesar do contexto, ou independentemente dele... Mas também porque gosto dela, tem uma vida dificil, sei que via em mim uma confidente, que agora já não consegue ver, mas nunca fui mal-tratada naquela casa, e não é por me ter separado do pai da R. que vou deixar de lá ir.
E em conversa, de uma forma muito casual, ela disse que a R. estava "muito bem educadinha". Sendo eu o principal agente na educação da R. e dado o contexto, soube muito bem ouvir. Principalmente porque é verdade. Por isso me dou ao luxo de me auto-elogiar na despedida deste dia! Parabéns, M., estás a fazer um bom trabalho com a tua filha!
Mas não relaxes. Uma mãe nunca relaxa...

Até sempre,
C&C

sábado, 12 de abril de 2008

Filmes - The Bucket List

Para mim, um bom filme é aquele que me faz rir, chorar, mas sobretudo que me faz pensar. Este filme tem todos os ingredientes, conseguiu a proeza de me fazer ir das lágrimas ao riso em segundos...
Um brilhante desempenho de dois actores consagrados, Jack Nickolson e Morgan Freeman, no papel de dois doentes terminais, com tempo marcado para viver (um ano no máximo), e que por um acaso se cruzam no mesmo quarto de hospital. No convivio diário durante o internamento, decidem que nunca é tarde demais para aproveitarem a vida ao máximo. Numa viagem por vários pontos do mundo, com o objectivo de completarem todos os pontos da sua "Bucket list" (que contem tudo aquilo que gostariam de fazer antes de morrerem) reconciliam-se com quem são...

Um filme que nos coloca perante o quão efémera e preciosa é a vida... Os dois personagens passam pela experiência de saberem quanto tempo terão ainda para viver. Por mais doloroso que tal possa ser, quer para os próprios, quer para as familias, pelo menos dá-lhes a possibilidade de se despedirem da vida, de si mesmos e daqueles que amam. Não consegui deixar de recordar o meu pai, que não teve essa oportunidade...

Não sei se gostaria de um dia saber "quanto tempo tenho"... O que sei é que gostaria de ter sempre qualidade de vida... E que nunca é demais lembrar que a vida é um bem precioso demais para que nos possamos dar ao luxo de a desperdiçar...

Um filme para rever, magistral até nos pormenores, e na forma como os últimos pontos da lista são atingidos...

Até sempre,
C&C

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Fim-de-semana para recordar

Parece que já vai longe, principalmente porque entretanto as condições metereológicas se alteraram significativamente, mas fica aqui para recordar...

... que este fim-de-semana, entre muitos sorrisos e risos, demos as boas-vindas à Primavera (diria quase ao Verão)...
... que por uma feliz (des)articulação de última hora, pude passar o fim-de-semana inteirinho com os meus mais que tudo...
... que a minha filha se encantou a brincar de pés descalços na areia da praia...
... que passamos momentos adoráveis, de puro encantamento...
... que a minha princesa é uma companhia deliciosa, principalmente quando está tranquila...
... que relaxantes momentos passamos... que felizes estivemos!

Até sempre (com um sorriso de felicidade nos lábios)!
C&C

terça-feira, 1 de abril de 2008

A vida avança...

Hoje numa troca de e-mails a minha irmã escreveu uma frase quase banal, mas que uma imagem no final do dia me fez sentir de forma intensa.... dizia que finalmente "a vida avança", ou algo com o mesmo sentido.

E foi esta a frase que recordei, por ser naquele momento sentida como tão verdadeira, quando me cruzei com a ex-"namorada de sempre" do meu primo, a quem a familia já se tinha afeiçoado e aceite como "nossa"... O namoro terminou ao fim de muitos anos, e de viverem juntos, por sentirem que algo não estava certo. Depois disso, o meu primo teve uma paixão relampago, felizmente por uma pessoa de quem também é dificil não gostar, casou, e passados 3 meses anunciou à familia que vinha a caminho a princesa S. (por sinal uma menina linda).


Hoje cruzei-me com a M., com uma linda barriguinha de grávida... E fiquei feliz! Não me atrevi a mostrar que a tinha visto, por ter receio, talvez disparatado, que ela achasse que a minha felicidade não era genuína...

Sei que vais ficar surpreendida e feliz também, querida mana, e por isso decidi dar-te a noticia desta forma, que para mim é tão especial...


A vida avança, é verdade, para o bem e para o mal... mas é nestas demonstrações positivas que nos devemos fixar...
Que a familia da M. seja muito feliz!


Até sempre,
C&C


PS - E para realçar os dias bons e ir "esquecendo" os menos bons, hoje a noite com a R. foi de luxo!