Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Dialectos de ternura #4

"Podes agora acreditar que vamos ficar juntos para toda a vida, mas isso já te deve ter acontecido antes. Corre muito bem, mas estamos juntos à pouco tempo. Quem garante que não te venha a acontecer o mesmo, o desencanto que ocorreu das outras vezes?" - pergunta-lhe ele. Não era coisa que nunca lhe tivesse passado pela cabeça (a sua especialidade era mesmo pensar imenso sobre tudo e mais alguma coisa), pelo que a resposta dela foi pronta: "Sim, é verdade. Mas eu explico-te qual é a diferença. O nosso pouco tempo equivale a muito mais tempo nas minhas relações anteriores. Já passamos por muita coisa, e a nossa convivência diária é muito intensa... E a cada passo, a cada obstáculo que superamos, sinto que a nossa união sai reforçada... Noutros momentos, com outras pessoas, a cada passo íam crescendo as minhas dúvidas; contigo dia após dia tenho cada vez mais certezas, de que encontrei o homem que me completa e com quem quero ficar para sempre." A resposta vem sem pala…

Das férias

Imagem
Dizer-vos que corresponderam exactamente às minhas expectativas. Sempre tive vontade de conhecer a República Dominicana, sobretudo pelos comentários que ouvia de quem já lá tinha estado, só que achava que era o local típico do dolce fare niente, pelo que era um destino apropriado a uma altura em que eu estivesse mesmo muito cansada. Foi o caso. Na República pudemos usufruir de alguns dias de merecido descanso, namorar muito, mas ao mesmo tempo aproveitar a companhia das pimpolhas, que levamos connosco, porque férias a sério só mesmo em família :-)))
Já tenho imensas saudades daquele tempo sempre quente, da piscina que era aquele mar, das águas quentes, dos peixinhos tão habituados aos turistas que nem fugiam e se deixavam ver facilmente, do "no stress", da comida, da bebida, do muito mimo que tive e dei durante esses dias...

Peripécias da viagem:
A aterragem do avião apenas à terceira tentativa de aproximação à pista, por haver uma tempestade localizada na zona do aeroporto c…

Menos de 24 horas...

... para se acabar a boa vida...
Aiai...

Até sempre,
Cookie

No regresso um desabafo

Há muitas pessoas que acreditam que as coisas que acontecem sem serem planeadas são muitas vezes as melhores das suas vidas. Gostava imenso de acreditar nisso... Fica prometido para breve um post sobre as (maravilhosas) férias. Até sempre, Cookie

De férias...

Imagem
Republica Dominicana Se precisarem de alguma coisa, estarei por aqui. :-))) A tratar-me bem... porque depois de um ano tão cheio, eu e os "mais-que-tudo" merecemos!!!
Regresso no fim do mês... Ou então... fico por lá :-)))
Até sempre, Cookie

A dar as últimas

Eu sei que tenho andado meia ausente. Não estou de férias... estou apenas demasiado cansada, e com a correria habitual nem tenho tido tempo para ligar o PC em casa... A minha última semana de trabalho coincidiu com o regresso de férias do chefe, e a diferença de ritmos é muito evidente e acaba por me incomodar... Resta-me o consolo de saber que apenas mais 3 dias me separam do descanso, e que tenho o paraíso à minha espera... :-))) Até sempre, Cookie PS - A Giulietta já é minha companheira de viagens, e à parte um incidente inicial (que a levou à oficina logo no primeiro dia), estou muito satisfeita com ela... PS2 - O Toyota não gostou de ter sido abandonado pela dona, e depois dos primeiros sinais de alerta, no motor de arranque, logo no dia em que o fui deixar ao comprador, parece que está mesmo a querer avariar, pela primeira vez em 8 anos... E depois querem convencer-me de que não tem sentimentos...

O primeiro jogo de futebol...

... a ver a final da super-taça entre o Porto e o Benfica, sentados no sofá... Eu vou alternando entre a diversão pelo entusiasmo dele, e o medo de que na sequência de alguma reacção efusiva ou de descontentamento acabe por levar uma cotovelada dos seus enormes braços... Pelo menos parece que o Porto vai ganhar... pelo que a noite, depois deste interregno futebolistico, vai continuar animada... :-)))) Até sempre, Cookie PS - Pelo menos somos do mesmo clube, a diferença é que eu não "pesco" mesmo nadinha :-)

E depois tenho pessoas que me fazem isto...

Estava eu muito sossegada a trabalhar, quando recebo por e-mail o seguinte poema: "Meu nome é Corolla

Olá, meu nome é Corolla
À minha dona sempre fui fiel
Não sei o que lhe deu na carola
Trocar-me assinando um papel

Sempre fui muito fiável
De Faro até Viana
Não sei que lhe passou pela cabeça
Ao trocar-me por uma Italiana

Bem sei que a Giulietta
É mais gira que eu
Mas se sabia desta traição
Tinha pelo menos furado um pneu

Eu amava a minha dona
Tudo fiz para a satisfazer
Uma facada desta espécie
Nunca pensei ver dessa mulher

Mas vingança serve-se fria
E só tenho uma coisa em mente
Quando ela aparecer na estrada
Vou atravessar-me á sua frente

Adeus, Cookie Adeus…" Eu mereço?!?!?!?!? Até sempre, Cookie

E quando dei por mim...

... as lágrimas caíam-me pela cara abaixo, ontem ao despedir-me do meu Toyota, meu companheiro tão fiel, em tantos momentos. 8 anos, tantos quilómetros juntos, tantas horas... tanta vida... em que ele me acompanhou, sem nunca me desiludir... Eu sei, sou uma trenga (à moda do Norte) que ganha afecto a uma máquina... Mas estou a tentar sacudir a tristeza... Até sempre, Cookie