Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

segunda-feira, 30 de junho de 2008

A Festinha em balanço

Finalmente chegou o dia da festa de aniversário grande, como a R. lhe chamava - 29 de Junho.
Com muito calor e perto de 40 pessoas presentes, entre as quais cerca de metade eram crianças cheias de alegria (e energia), lá "aluguei" a casa da minha mãe (visto que a minha "mansão" não tem capacidade para tanta gente). O tema da festa foi, obviamente, princesas, e até tivemos palhaços (surpresa de ultima hora proporcionada pelo pai da R.).
O calor era abrasador, pelo que não pudemos utilizar o espaço exterior da forma como o desejavamos - apenas no final da tarde.
Mas o melhor de tudo foi a alegria que imperou na festa! A R. sempre muito bem comportada e recebendo muito bem toda a gente (valeu o trabalho mental que fiz nos dias anteriores, conhecendo-a como a conheço, em lhe dizer que devia ser simpática com toda a gente ou então para o ano a mãe não faria festa :-))).
Muitos sorrisos, muitas gargalhadas, muitos "ó mãe da R...inha, quero isto ou aquilo".
Às vezes acho q era no meio das crianças que eu me dava bem, adoro-os, tão puros, tão inocentes, alegres, verdadeiros, sempre cheios de energia e de ideias novas! Não consigo até deixar de sorrir (mas apenas interiormente) perante algumas asneiras (o quintal do vizinho cheio de bolas, ou o jogo da macaca q acabou no tecto da casinha do jardim), enquanto faço o meu ar mais circunspecto e com voz de comando lá coloco "as tropas outra vez em sentido".
Por mais cansada que tenha ficado, por mais stress que tenha vivido (não consigo viver estas coisas com leveza, porque detestaria que falhasse um qualquer pormenor), adorei cada momento, bebi cada sorriso e cada gargalhada da minha filha... Cheguei ao fim com a estranha sensação de que tinham começado as férias (isto apesar de ser véspera de 2ª feira e de a semana se adivinhar complicadissima).
Passadas 24 horas os meus pés continuam a doer, as minhas pernas parecem estar pisadas, e ainda há coisas por arrumar... mas está mais que decidido que é para repetir...


E quero deixar o meu agradecimento a quem por aqui passa e que colaborou de alguma forma:
Ao D., por toda a colaboração, mas sobretudo por ter estado presente (sei que não foi fácil).
À minha mana, sem a qual a festa seria bem menos colorida. A decoração estava fabulosa. Obrigada por teres tido a iniciativa e por todo o trabalho. Agora aguardo as fotos, porque no meio de tantas solicitações não consegui tirar muitas... Ah, e também pela tarte de maçã, que infelizmente não cheguei a provar, mas tinha um aspecto delicioso.
Ao meu cunhadinho, pela ajuda audiovisual, e por toda a colaboração, destacando-se a dos balões.
À minha mãe... por continuar a ter paciência para me aturar (acho que sou bem melhor mãe do que filha), pela disponibilidade da casa, e por toda a ajuda, com organização, com arrumação... enfim... por tudo!

E porque acabei de ler um livro que entre outras coisas fala da importância do reforço positivo, tanto aos outros como a nós próprios: a mim mesma... Pela eficiência no tratamento da doçaria, por não ter falhado nenhum pormenor (até me lembrei de levar todos os chapeus da R. para ir colocando nas cabeças das crianças sempre que quisessem ir para o jardim), pelas ideias decorativas que também acrescentei, e por ter estado sempre disponível e pronta a responder com um sorriso a todas as solicitações. Parabéns, M.! Estiveste em grande! Só não precisavas de ter stressado tanto...

Até sempre,
C&C

Nenhum comentário: