Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

sábado, 13 de março de 2010

O mais dificil...

Hoje fui ao ginásio e encontrei lá a R., que estava a passar os seus dois dias semanais com o pai. Cheia de saudades minhas, disse-me que queria vir logo comigo. Mas depois, quando se foi despedir do pai, ficou com um ar tão triste... Quando a questionei sobre o que se passava, disse-me que gostava era de ficar com os dois. Foi tão complicado senti-la tão triste e dividida... A minha filha sempre lidou de uma forma fantástica com a separação dos pais, tanto que nunca nos habituamos a este tipo de reacções. Quando lhe dizia, mas filha, se quiseres ficar com o pai, a mãe vem-te buscar à hora do costume, daqui a pouco já estamos juntas outra vez, o seu olhar mantinha a tristeza. Aquela carinha só me dizia que não queria ser obrigada a fazer aquela escolha. Só não propus ao pai irmos almoçar juntos logo de seguida porque a namorada dele também lá estava e pronto, não consigo imaginar situação mais confrangedora. Mas vou fazê-lo em breve. Porque se apesar de tudo, nos continuamos a relacionar, não vejo porque vedar à minha filha a possibilidade de estar com os pais, juntos, e com um relacionamento cordial e amigável. E talvez tentar finalmente por em prática aquilo que sempre achei: lá por termos sido um péssimo casal, isso não significa que não podemos ser amigos.

Até sempre,
Cookie

4 comentários:

PinkMoon disse...

O divórcio e' sempre um processo complicado quer ao acontecer ao divorcio quer durante o fim deste processo, mas com esforço tudo se consegue ainda para mais com uma filha, que segundo diz é linda...

Servant of the Most High disse...

Hi,

Nice blog.

Here is a blog that serves for your spiritual needs...
It has messages from the Holy Scriptures that teach us how to have GOD in all the aspects of our lives, and allow GOD's rule in every matter.

http://www.holyoneofisrael-reconciliation.blogspot.com

Have a blessed reading.

God bless you.

Amorinha =) disse...

Olá!

Sem dúvida que deve ter uma filha marvilhosa, porque uma separação nunca é uma fase fácil principalmente para os filhos e nem sempre reagem da melhor forma. Mas, isto também é porque ao contrário de muitos outros casais, não deixaram de ser "pais".
Gosto de pensar que há pessoas que conseguem distinguir a diferença entre serem um casal e amigos.

Beijos

Mary disse...

Fico com um aperto no coração sempre que falas desta (difícil) gestão... mal me consigo imaginar numa situação semelhante. E admiro-te muito (já te disse, aliás), pela maneira como consegues lidar com tudo isto. Não admira que a R. seja uma menina tão sã e equilibrada :-)