Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

terça-feira, 21 de agosto de 2012

De certeza???


No fim-de-semana cortei-me num dedo enquanto estava a cozinhar. Não foi assim um corte dramático, quase a ficar sem a ponta do dedo, mas era suficientemente profundo para me fazer duvidar se não teria que levar um ou dois pontitos. Estando nesta indecisão achei melhor chamar o meu marido, para me ajudar. Quando ele chega estava eu com o dedo sob a água a correr, enquanto o sangue fluia. O homem ficou tão atrapalhado que parecia que tinha sido ele a cortar-se… "Pfffff, ai o que te foi acontecer" "Ai que caramba" "E agora?" "como é que fizeste uma coisa dessas?", foram algumas das expressões ouvidas. Entretanto eu lá o fui orientando, pedindo para me dar papel, para tentar estancar o sangue. Ele a dar-me quase rolos inteiros de papel de cozinha (pensava que eu estava a esvair-me :-) ). Quando eu mostrava o corte, e o sangue que continuava a correr, lá vinha a mesma expressão de dor e agonia, quase próxima do desmaio… Entretanto como já passava da hora do almoço eu disse-lhe para por favor me ajudar a terminar a refeição, porque eu sozinha não conseguia e tínhamos mesmo que alimentar as miudas. Enquanto me ajudava, ele lá justificava a sua reação, dizendo que lhe fazia mais impressão sendo em mim do que se fosse nele.
Mais tarde, com o problema já resolvido, felizmente sem ter havido necessidade de ir ao hospital, ocorre-me um pensamento, que de imediato lhe coloco: "tu tens mesmo a certeza que consegues assistir ao parto?"
Ele diz que sim, e eu muito lhe agradeço, porque sei que é sobretudo por saber que eu gostava de contar com a presença dele naquele momento que ele vai estar presente, e vai ser a primeira vez que o faz… Mas fico com dúvidas se não irá dar o badagaio ao homem e ainda vamos ter a equipa médica a socorrê-lo a ele enquanto eu me desenrasco :-)))
A ver vamos… eheheheheh...

Até sempre,
Cookie

Um comentário:

António disse...

Um belo texto que me fez sorrir, penso que a maior preocupação foi em ver a pessoa que ama ferida, acho que na hora do parto ele vai aguentar. Assistir ao nascimento de um filho é algo que não tem comparação, é ver nascer o amor que um dia se fez.

Felicidades!

Bjs!