Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Post com bolinha no canto para um grande anormal

Este post é para o verme ranhoso que anda a mandar SMS's anónimas para o meu marido, na tentativa de semear entre nós a desconfiança e o ciume.
Sei quem tu és! Foste tão burro (sem ofensa para os burros) que lhe mandaste as mensagens nos dias em que entravas em contato comigo, e inclusivamente repetindo expressões. Vou-te dar uma grande novidade, sua lesma acéfala: uma relação saudável tem alicerces sólidos, confiança, respeito, companheirismo, cumplicidade. Coisas que certamente desconheces. Essa tua estratégia cobarde e ainda por cima tão descuidada só não te deixaria com os pés de fora se houvesse segredos entre mim e o meu marido. Não há, sua grande besta. Podes continuar a enviar-lhe mensagens, estás à vontade. Não vai resultar em nada, aliás, entre nós os dois, tudo o que resultou disto foi positivo. Também podes continuar a chagar-me a paciência com as tuas ridiculas e sistemáticas tentativas de aproximação. Felizmente a tecla DELETE do computador e o botão de desligar chamadas do meu telemóvel funcionam muito bem. Já há muito te tinha apagado da minha vida, e foi tão simples. Descubro agora que o erro não foi apagar-te, foi voltar a falar contigo. És falso e tens um nível tão baixo que nem o meu ódio mereces. Apenas o meu total e absoluto desprezo.
Para ti, seu anormal nojento, até nunca mais.

E como sempre, desta situação retirei os meus ensinamentos: em primeiro lugar, que os alicerces do meu casamento são realmente fortes, a confiança é mútua e não vale a pena perderem tempo a tentar separar-nos; em segundo, há pessoas que não merecem um segundo do nosso tempo.

Aos restantes leitores do blog, peço desculpa por este post, que se justifica apenas porque a cobardia implicita no anonimato das SMS's me impede de abordar diretamente a pessoa. E acreditem que por respeito a vós me contive nos insultos. Tinha vontade de fazer muito mais e muito mais fortes.

Para todos os que respeitam a palavra amizade, até sempre,
Cookie

Nenhum comentário: