Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Balanceando o balanço...

No outro dia, em conversa com uma amiga, ela dizia que como estavamos no final do ano, era altura de fazer balanços e de analisarmos o que tinha acontecido e como tinhamos evoluido enquanto pessoas. Dei-me conta de que ainda não tinha pensado nisso este ano. Mas de imediato me dei conta também de que este ano que passou, com todas as vicissitudes, austeridades, troikas, preocupações financeiras, dificuldades laborais... e outras que tais... para mim foi sem dúvida o melhor dos últimos 10 anos, e um dos melhores da minha vida.

Em 2011 realizei sonhos... ri muito... em 2011 os meus olhos continuaram a brilhar quando encontravam os teus.

Voltei (voltamos) a conjugar a vida no plural... duas pessoas no singular. Casámos, comprámos uma casa que adoramos, passámos dias de romance e deslumbramento em Nova Iorque. Em 2011 a minha filha revelou-se uma excelente aluna na escola, aprendeu a ler, e cresceu, cresceu tanto, que às vezes parece uma mulher em ponto pequeno. E meiga, tão meiga... Em 2011 a familia foi presenteada com mais uma grande alegria. Nasceu o meu sobrinho, um bebé tão querido, tranquilo, sorridente e bem disposto que, mesmo sendo tão pequeno, já conquista todos os que o rodeiam. O meu afilhado começou a falar, já conseguimos conversar ao telefone e faz-nos sempre sorrir com as suas traquinices, alegria e travessuras próprias de uma criança na idade mágica dos 2 anos. Estreitei laços com a M., que me vê como uma amiga que tem sempre carinho e mimo disponíveis para lhe dar.


Foi um ano cheio de amor, de amigos, de carinho, de emoções fortes e olhares brilhantes...


Sei que é pedir demais que o próximo ano seja tão bom como este... Mas em 2012... quero continuar a sonhar...


A todos, desejo também que em 2012, concretizem ou dêem passos para concretizar os vossos sonhos. Não temos que nos concentrar nas coisas negativas, elas existem e vão existir sempre, e não é por falarmos mais nos problemas que algum deles se vai resolver. Dirão os mais cépticos que pensamentos felizes não enchem a carteira, nem pagam contas, e é verdade. Mas também é verdade que uma atitude pessimista nunca ajudou ninguém a ir a lado nenhum. Vão à luta, pelos vossos sonhos, para mudar de vida, para melhorarem o que não está bem ou não vos faz felizes. Eu fiz a minha travessia no deserto. Continuo a fazê-la, em muitas coisas, mas aprendi a lidar com aquilo de que não gosto. Aprendi a valorizar mais os momentos. E há tantos pequenos simples e singelos momentos mágicos que passam sem que nos demos conta... Vivam a vida... podemos até ser jovens, termos tempo (ou pensarmos que temos), e termos saúde... mas só temos mesmo esta. Não podemos desperdiçá-la...


Até sempre,

Cookie

2 comentários:

Estrela disse...

Concordo :, e um fantastico 2012 pra você.

D. disse...

Muito bem escrito e plenamente de acordo com a conclusão.
Desejo sinceramente que o teu 2012 seja no mínimo tão grandeoso como este ano que agora termina.
Bjs