Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

2010 em balanço

Costuma-se dizer que na vida há muitas coisas que acontecem quando menos se espera. Para mim o ano que agora termina demonstrou claramente a veracidade desta afirmação. No balanço de 2009 tinha escrito a seguinte frase: “Termino este ano entre nostalgias e indecisões, a ponderar os próximos passos e procurando determinação para fazer com que 2010 não seja mais um ano que se arrasta. Que seja um ano de passos seguros, determinados e na direcção correcta: a da felicidade!”

2010 foi um ano surpreendente. Consegui dar os tais passos a direcção da felicidade. Admito que a minha boa estrela ajudou, e fez com que ela aterrasse no meu colo. Eu não fiz mais do que aceitá-la de braços abertos, e fazer tudo o que estava ao meu alcance para a manter… Não sabia o que esperar de 2010 no amor, estava preparada para ficar sozinha durante muito tempo. Termino o ano com a relação feliz e tranquila que sempre desejei. Consolidada no meio de muitas dificuldades e problemas, que não fizeram mais do que reforçar a certeza de que temos tudo para sermos felizes durante muitos e muitos anos.
A minha filha entrou para a escola primária, sedenta de aprender. Anda feliz por começar a conseguir juntar as letras e formar palavras, a descobrir a magia de ler. Nunca me enganou a minha pequenina, vai ser uma excelente aluna, interessada e atenta. Vai-me continuar a encher muitas vezes de orgulho, sem dúvida nenhuma.
Em 2010 fui madrinha oficial do pequeno R., um bebé tão lindo, meigo, sossegado, bem disposto… uma das alegrias dos meus olhos.
Fiz amigos, aprofundei relações, convivi bastante…
Nem tudo foram rosas, no trabalho foi mais um ano complicadíssimo, e para o ano não se espera que melhore, pelo contrário.
Foi também o ano em que senti na pele o pior da natureza humana, o lado mais mesquinho e cruel, o lado mais preocupado com a vida alheia do que com a própria. Boa parte concentrados numa só pessoa, a quem desejo toda a felicidade do mundo, não porque tenha feitio de boa samaritana, mas porque acho que é a melhor forma de nos deixar em paz.

Para o ano que vai começar, não peço nada de novo. As decisões estão tomadas, os planos estão feitos (e que bons planos :-) ). Espero que a minha filha, eu e os meus tenhamos todos saúde. De resto, com muito amor, conseguiremos por certo ultrapassar as dificuldades que forem surgindo. E continuarmos a ser felizes!!!

Até sempre,
Cookie

4 comentários:

MAG disse...

Bom Ano, cheio de coisas boas. Bjs

Anônimo disse...

Queria meter aqui a minha "colherada"... Foi muito bom conhecer-te e és sem dúvidas uma grande mulher!!! Um xi e espero que tu e os teus (tb meus) continuem a ser muito felizes, sempre!!

For you disse...

Que boas palavras, que bom lê-las, melhor ainda, senti-las!

Smurf disse...

Um excelente ano e muito doce.
Vou continuar a vir aqui ler as tuas doçuras.