Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

Lilypie First Birthday tickers

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dialectos de ternura #5

"Obrigado por tudo" - fez ele questão de lhe dizer. "Não tens por que agradecer" - respondeu-lhe ela. Mais tarde, ele fez questão de lhe desenvolver, frase a frase, um rol de motivos pelos quais sentia que o agradecimento lhe era devido. Ela emociona-se, apesar de saber que o amor, tal como a amizade, não se agradece, merece-se. E ele merece tudo aquilo que ela lhe tem dado… o melhor de si. O seu lado mais bonito, mais meigo, mais altruísta, mais companheiro… que ele desperta de uma forma tão natural. Sente-se bem com o reconhecimento, é sempre bom saber que quem amamos valoriza quem somos e o que fazemos…
Ele lembra-lhe uma frase que ouviu da boca dela uns dias antes: "nunca devemos deixar de dizer a alguém o quanto gostamos dessa pessoa, nem de lhe fazer os elogios que lhe são devidos, porque poderemos não voltar a ter oportunidade de o fazer". É assim mesmo que tem que ser.
Obrigada por tudo também a ti, querido J.. Amo-te!

Até sempre,
Cookie

2 comentários:

JM disse...

Meu Amor,
o meu agradecimento será eterno, mudaste a minha vida, tornaste-me numa pessoa muito melhor, fazes-me muito feliz, uma felicidade imensa que parece não ter fim, mas sobretudo porque mereces, porque és simplesmente a melhor namorada, companheira e amiga do mundo, a mulher com que eu sempre sonhei. Nunca deixarei de te elogiar nem de te dizer o quanto te amo, não por pensar que não irei ter mais oportunidades para o fazer, porque terei certamente, mas porque assim como é bom ouvir também é muito bom dizer, sobretudo quando é tão merecido, como tu meu Amor mereces.
Amo-te
Milhões de beijos do teu
JM

Malika disse...

Lindo, tão simples e sincero...!